domingo, 10 de abril de 2011

Hard to know what it is if you never had one

Talvez um dia eu consiga contar o que foi esse show. Na verdade, acho que todo mundo viu por aí o que é imensidão e a beleza deste espetáculo, então devo refazer a frase: talvez um dia eu consiga contar o que foi esse show PRA MIM. Hoje não dá, tô muito atônita ainda, mal consigo completar uma frase. O caso é que eu sou filha dos anos 80, ouço U2 desde criancinha e, não por falta de tentativa, nunca consegui ir a um show deles. Mas parece que foi divinamente proposital, eu estava sendo preparada para a noite de ontem.
Se tivesse conseguido ir em 98, não teria ido com o Ju, minha melhor companhia pra qualquer coisa nessa vida. Em 2006, nós já estávamos quase casados e a frustração de não ter conseguido ingresso foi tão grande que não conseguimos ver pela TV. Mas agora acho que tudo aconteceu só pra que percebessemos o tamanho de tudo que a gente sentiu ontem.

Sim, dá pra dizer que foi o maior show da minha vida. Dificilmente vou assistir a alguma coisa naquela proporção. A não ser que seja um outro show deles mesmos, aí pode ser. Foi tudo absolutamente impecável, incrível, quase surreal. E eu, ridícula, chorei o show in-tei-ro. Fugiu do meu controle até. Ficava só pensando o trabalho que eu ia dar pro Ju se tivesse um catapluft ali no meio, mas aí começava outra música, outra performance do showman que é o Bono, e pronto.

Mas mais do que chorar por ver ou ouvir alguma coisa, eu chorava mesmo por ter conseguido, FINALMENTE, estar ali. Era absolutamente inacreditável.

Voltei a pensar que o mundo é legal, sabe? Depois de achar que estava tudo perdido mesmo, que não dá pra ter um filho num lugar assim, voltei a achar que é impossível que um mundo que tenha música seja completamente ruim.

O Ju tirou um monte de fotos (as deste post e muitas outras), fez vários vídeos e ainda conseguiu cantar, pular, gritar. Eu só tentei. Tentei fazer tudo isso, às vezes dava, às vezes não, hehehehe.



Um dos videozinhos do Ju. Ele deve subir outros, quem quiser dá uma olhadinha depois.

Perfeito. Como disse antes, não consigo dizer muito mais que isso.

Beijo!

9 comentários:

  1. To arrepiada lendo seu post! É sério..
    Desta vez eu tb não consegui ir.. mas me cofortou a parte que vc diz que já tentou tantas outras vezes e só agora conseguiu! Vou continuar tentando! Uma hr chega a minha hr! Hahahah!
    Boa semana!

    ResponderExcluir
  2. Fiquei emocionada com seu post, mas você ainda conseguiu escrever alguma coisa. Eu, quando fui ao show do Paul, não consegui. Foi uma das coisas mais emocionantes da minha vida! Tb chorei de cabo a rabo e minha câmera quebrou bem no começo do show. Mas acho que entendo o que você sentiu. É fabuloso!
    U2 e suas músicas foram importantes em várias situações da minha vida. Queria muito ter ido, só pra retribuir o que um dia eles me deram. Mas foi como você disse, eu, talvez não estava preparada. Talvez, um dia, em Dublin, ao relento, no dia de James Joyce!
    Beijo!

    ResponderExcluir
  3. Passei aqui para te dar um oi e me deparei com este post emocionante. Fiquei aqui pensando que queria estar lá, até me arrependi de não ter pago os R$ a mais, vou mostrar o seu post para o meu marido, quem sabe ele se anima e cnsegue ingresso para ir na quarta, a esperança é a ultima que morre.
    Fiquei feliz por vc ter amado assim.
    beijos

    ResponderExcluir
  4. Nossa Dan q post mais emocionante, tbm fiquei emocionada com sua emoção .... nosso pais tem muita coisa ruim , triste mas tbm tem amis coisas BOAS pra gente ter força e querer VIVER mais , e mais FELIZ!!!

    Vc com certeza é uma dessas coisas Boas da Vida!!!
    Bjo minha idalá!!!

    ResponderExcluir
  5. Dan, eu tb aaaaaaaaaaammmmmeeeeiii!!!
    Ainda estou em transe...com um "uuuu-uuuuu"...as vezes
    escuto ate um "e-le-va-tion"!!!!!
    Pena que não nos encontramos...
    Beijao!!

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Dani......essa vez prometi ao meu papi que nao ia, mas confesso que foi muito dificil nao ir. Em 2006 eu fui e essa sensação que vc esta sentindo eu senti e é maravilhoso!
    Bono abriu o show falando da Festinha particular........nossa fui ao delirio!!
    Mas que maravilha, que bom que vc conseguiu ir....
    Beijao
    Kátia
    Brasilia/DF

    ResponderExcluir
  9. Oi Dan. Sempre passo por aqui para ver seus lindos trabalhos.. mas nunca comentei. Mas hoje, com este seu post, foi inrresistivel. Fiquei emocionada.. tb amo o U2, mas lembro de ter ficado exatamente assim no show do Rolling Stones (meu vicio). Bjs.. e parabéns pelos seus textos, sempre muito divertidos.

    ResponderExcluir