terça-feira, 24 de maio de 2011

Lorax

Outro dia contei aqui a historia por trás do “Horton e o Mundo dos Quem”, um dos livros do Dr.Seuss que virou animação para o cinema, em 2008. Como sempre estamos muito ligados em tudo (heheehe né?), hoje vou contar sobre um livro cuja adaptação, ainda sem título em português, vai vai estrear nos cinemas em 2012: "The Lorax".

No começo dos anos 70, indignado com a falta de cuidado com o meio ambiente (profecia, a gente vê por aqui), Seuss teve uma inspiração para escrever o Lorax. Porém, na tentativa de escrever uma fábula sobre ecologia para crianças, ele achou que estava ficando muito entendiante e cheio de certo-e-errado e, como ele não gostava de parecer assim, ficou estagnado, não conseguia continuar a história.

Audrey, sua segunda esposa, achou que uma viagem pudesse ajudá-lo a se sentir inspirado para continuar escrevendo, então sugeriu que fossem para Africa. Sentado na piscina de um hotel no Quênia, Dr.Seuss viu uns homens cortando algumas árvores e pensou: "Eles não podem cortar minhas Truffulas!", nome que ele tinha acabado de inventar para as árvores e, a partir daí, criou o Lorax, um personagem que falava pelas árvores, já que elas não podiam falar por si. Em seguida, Seuss viu uma manada de elefantes descendo lentamente do alto de uma colina e esta cena era o que faltava para sair do impasse e continuar definitivamente a história.

Lá mesmo ele terminou de escrever tudo e, quando voltou pra casa, revisou e ilustrou o livro, lembrando das imagens das árvores do Quênia para desenhar suas Truffulas. Nas ilustrações, deixou de lado as cores primárias que costumava usar e as substituiu por uma paleta de cores como rosa claro, lilás, amarelinho e alguns tons de verde, para as partes do livro que mostrava a natureza preservada; e tons de cinza, marrom, azuis mais escuros, para momentos em que mencionava a natureza destruida. O contraste destas cores no livro mostra a real necessidade de preservação do meio ambiente.

O personagem principal tornou-se rapidamente um símbolo de preservação. No livro, o antagonista conta, arrependidamente, como ele e sua empresa poluiram o meio ambiente, destruindo as Truffulas e acabando com o habitat do Lorax e de outros animais. Com o objetivo de passar aos leitores como este cenário de destruição ambiental poderia ser reconstruido, o Lorax aconselha (momento rima -amo!):

"Plant a new Truffula

Treat it with care

Give it clean water

And feed it fresh air

Grow a forest

Protect it from axes that hack

Then the Lorax

and all his friends

May come back"

O livro foi um sucesso e Seuss recebeu até prêmio por ele. Os ambientalistas da época afirmavam que Lorax ajudaria muitas crianças (e adultos) a se conscientizarem sobre o desmatamento. Confirmando o poder da narrativa, o personagem fictício ganhou inimigos reais. Em várias comunidades madeireiras (sabem, né? de desmatamento autorizado, heheeh), os pais tentaram retirar os livros das escolas e das bibliotecas. O Lorax até foi parar na lista de livros banidos da American Library Association.

Respondendo às críticas, Dr.Seuss disse:"O Lorax não diz que a exploração ambiental é imoral. Moro numa casa de madeira e escrevo livros de papel. O livro é sobre pegar leve com o que temos. É uma mensagem contra a ganância."

E não é exatamente isso que tentamos dizer A VIDA INTEIRA?

Amo Seuss! Não vejo a hora de ver como eles vão fazer isso para o cinema. Imaginem que coisa mais linda vai sair (já sei que tem Danny DeVito, Zac Afron e Taylor Swift no elenco! Aliás, pra quem gosta de cinema, aqui está a página do IMBD desse-filme-que-ainda-não-saiu =)

Enquanto a gente espera, vamos fazer um SUPER álbum? Rá!

Ó, tirei as imagens do Google Images. Se escreverem lorax lá, vão ver quanta coisa tem. Aliás, tem sempre muita coisa de tudo que Dr.Seuss criou.

7 comentários:

  1. Dan, obrigada por essa aula!!
    Vou ficar ligada pra saber do filme, com certeza imperdível.
    Amei o projeto de vocês e queria muito participar com vocês. De qq forma, sucesso!
    Beijos,
    Dica.

    ResponderExcluir
  2. Adoro gente sabida que divide cazamigas...
    Quando vai chegar minha caixinha, hein? Hein? Hein?

    ResponderExcluir
  3. Dan, vc é de mais!
    Adoro pessoas assim que sabem das coisas!
    É uma delicia vir aqui e ler seu blog!
    BJs

    ResponderExcluir
  4. Dan... a cada post fico mais e mais curiosa (hehehe)... não vejo a hora de ter minha caixinha em mãos e conhecer ainda mais sobre o Dr Seuss, além de retomar o scrap de uma maneira para lá de lúdica!!!

    Bjs

    ResponderExcluir
  5. ai Dan... adorei seu post... fiquei amarradona pra ver o filme... e mais ainda, como as meninas daí de cima, pra receber minha caixa e começar o álbum.... ainda bem que tá chegando!!! beijão,

    ResponderExcluir
  6. Que delícia de post... amei! E já estou curiosa para ver...Bjs

    ResponderExcluir
  7. mais um post INTEIRINHO pra roubar e colocar no meu blog... hehehehe

    bj

    ResponderExcluir