terça-feira, 29 de janeiro de 2013

CineMaterna


Hoje, finalmente, consegui ir ao CineMaterna. E adorei! Poder ver um filme à tarde no cinema e levar o bebezinho junto é mesmo delicioso. A sala estava cheia, muitos casais com bebês, muitas mamães e vovós/titias/babás com bebês e muitas mamães com bebês e só, como eu e a Nalu. Sala lotada de bebês. Sim, eles choram, mas, por incrível que pareça, não atrapalha pra ver o filme. Percebi que só quem consegue atrapalhar numa sessão como esta é o SEU bebê. Se ele for bonzinho como a minha, dá pra ver sossegado. E ela não dormiu, como imaginei que aconteceria (mesmo sendo a hora do soninho, mesmo a sala estando escurinha - não totalmente como uma sessão normal - e mesmo com o volume do filme baixinho). Mas ela nem deu bola pro filme, ficou brincando o tempo todo. No meu colo, no chão, com o bebê do lado. Uma fofa, não deu trabalho. Mesmo tendo que cuidar dela, deu pra ver o filme tranquilamente. E percebi que as outras mães cujos bebês são como a minha também conseguiram.

A sala é toda preparada para eles: luz mais clarinha, ar condicionado fraquinho, som mais baixo, trocadores,   auxiliares o tempo todo, caso a mãe precise de alguma coisa. Tudo bonitinho. Tem sessões em várias cidades. Em São Paulo, tem várias opções de cinemas. O único probleminha é que as sessões são sempre entre o meio dia e as 2h da tarde e não são semanais no mesmo cinema. Por exemplo, no shopping Bourbon (Lális, foi na mesma sala que fizemos a nossa sessão de fotos de cinema, aquela que tem o sofá lá atrás. Foi nele que sentei com a bebê :) que é o mais perto da minha casa, só tem uma vez por mês. Se eu quiser ir mais de uma vez, tenho que escolher outro cinema. Não que isso seja impossível, mas poderia ser mais frequente.

Desde que a Nalu ficou maiorzinha e consegue ficar com a vovó Ana, eu e o Ju temos ido ao cinema sempre. Mas a experiência do CineMaterna é realmente diferente. Quero mais.

O site do projeto é bem completo, com a programação, fotos e tudo mais.

Pena que não consegui tirar fotos decentes dentro da sala escura. Quem sabe na próxima. Ah! O filme, hahaahaha. "Amor", um dos filmes do Oscar. Filme triste nível 5.



7 comentários:

  1. Mas cada coisa que tem nesse mundo? rs

    ResponderExcluir
  2. Dan,
    Minha frustração materna é não ter conseguido ir ao Cinematena! Durante a minha licença maternidade, não tinha sessão em nenhum shopping perto da minha casa. Depois voltando a trabalhar ficou inviável. Agora nas férias aconteceu uma sessão pertinho de casa. Preparei tudo mas no dia choveu torrencialmente no dia.
    Acho que será uma experiência pra curtir com o baby nº2!
    Bjs... principalmente na gostosa da Nalu!

    ResponderExcluir
  3. Tenho uma amiga aí de São Paulo que vive fazendo check in no CineMaterna.
    Eu morria de amor por isso. Sabe a possibilidade de poder fazer coisas com seu bebê? Existir um lugar em que você quer ir e ter o mínimo de estrutura para receber o bebê? Eu sempre quis isso... mas aqui não tem!
    Curta muito isso, Dan. Elas crescem muito mais rápido do que a gente consegue inclusive lembrar! Aproveita essa fase tão tudo da Analu.
    Beijos pra vocês!

    ResponderExcluir
  4. Entrevista ótima com a Irene Nagashima, uma das idealizadoras do CineMaterna, lá no meu blog: http://rinocerontequeri.wordpress.com/2013/02/08/entrevista-irene-nagashima-do-cinematerna/

    ResponderExcluir
  5. E meu depoimento sobre as delícias de ir ao CineMaterna com meus filhotes:http://rinocerontequeri.wordpress.com/2013/02/09/toda-mae-merece-ir-ao-cinematerna/

    ResponderExcluir
  6. Entrevista ótima com a Irene Nagashima, uma das idealizadoras do CineMaterna, lá no meu blog: http://rinocerontequeri.wordpress.com/2013/02/08/entrevista-irene-nagashima-do-cinematerna/

    ResponderExcluir
  7. As vezes eu demoro, mas sempre passo por aqui pra me inteirar das novidades, suas, do Ju e da Nalu. E agora essa novidade feliz: Cine Materna, na mesma sala da nossa sessão! Muito amor na estréia cinematográfica da Fraldinha!
    Beijos pros 3!

    ResponderExcluir